Chocolate: O mais novo aliado do coração - Receitas Saborosas Demais

Chocolate: O mais novo aliado do coração

Um estudo apresentado em Amsterdã, na Holanda, durante um congresso da Sociedade Européia de Cardiologia concluiu que o chocolate é o mais novo aliado do coração.


Chocolate: O mais novo aliado do coração! (Imagem: Reprodução/Internet)
Chocolate: O mais novo aliado do coração! (Imagem: Reprodução/Internet)



Substâncias presentes no cacau, os flavonoides, ajudam a combater a oxidação da circulação sanguínea, melhorando assim a saúde das artérias e do coração. 

Os flavonoides são encontrados também em vários tipos de frutas, mas estudos recentes mostram que o cacau está entre suas fontes mais ricas. Assim, um chocolate de boa qualidade apresenta capacidade anti-oxidante três vezes maior que a do alho e dos morangos. 

O chocolate é originário da América do Sul, onde nativos já utilizavam as valiosas 
sementes de cacau como moeda. 

O chocolate foi muito difundido pelo povo Maia que desenvolveu a cultura do cacau na província de Yucatan, no México .

Os Maias e Astecas utilizaram as amêndoas do cacau (sementes) para fazer uma bebida e a chamaram de "Xocolatl ". Lendas astecas dizem que o cacau surgiu do paraíso, pois acreditavam que quem o bebesse adquiriria poder e magia.

Em 1519, o explorador espanhol Hernando Cortez conheceu o chocolate em visita à corte do imperador Montezuma, no México. Em 1838 o historiador William Hickling, descreve a historia da conquista do México e relata que na corte do imperador Montezuma, o chocolate servido era aromatizado com baunilha e outras especiarias.

O fato do imperador Montezuma consumir chocolate antes de entrar em seu harém levou à crença que o chocolate era um afrodisíaco. A partir daí, o chocolate começou a ser difundido no Velho Mundo.

Durante dois séculos após ser introduzido na Europa, o chocolate foi servido como bebida; a forma pastosa foi introduzida como desjejum na França do século XVIII. Os efeitos estimulantes do chocolate eram considerados úteis para os soldados que ficavam de vigia à noite. 

A abertura da primeira casa de chocolate ocorreu em Londres, em 1657, por um francês. Até então, o chocolate era considerado um produto nobre, destinado à elite. A Revolução Industrial trouxe a produção em série e tornou o chocolate um produto popular.



Em 1765, John Hanan, introduziu o chocolate nos Estados Unidos, ao levar sementes do oeste da Índia. A primeira fábrica de chocolate foi instalada no estado de Massachusetts. A partir daí, o chocolate foi amplamente difundido pelo mundo inteiro. 

Atualmente, cerca de ¾ do cacau fornecido para a industria de chocolate são cultivados na África Ocidental e a maior parte da fração restante no Brasil, mais precisamente no estado da Bahia.

Entretanto, a produção de cacau no Brasil teve uma queda acentuada devido ao aparecimento da "vassoura de bruxa" , doença que ataca a planta, suas folhas e seus frutos. 

O setor cacaueiro vive uma crise e um momento de completa reestruturação e os proprietários de fazendas de cacau necessitam de alternativas para, em meio à crise, continuar com esta cultura tão nobre.

Uma destas alternativas é, sem dúvida, a produção de cacau orgânico. Pela natureza da cultura e suas condições de produção dentro da mata, a produção de cacau já está integrada com uma das bases da agricultura orgânica,que, dentre outros princípios, determina a preservação do ambiente natural.

Além disso, a não utilização de agrotóxicos e adubos químicos, poderá garantir uma melhor qualidade nutricional para o fruto do cacau . A constante reposição de matéria orgânica, característica da floresta, irá contribuir para a manutenção de um solo rico, equilibrado e capaz de atender as necessidades da planta.

A cultura do cacau é considerada artesanal , pois necessita de mão-de-obra em todas as etapas de plantio e colheita até a entrega da amêndoa para a industrialização.

Nesse estágio, depois de separadas, as amêndoas entram na fase de fermentação, secagem e torrefação em baixa temperatura. Destas etapas dependerá o sabor do chocolate. Vários processos de manuseio se seguem, dependendo de como se queira o produto final. 

A produção de cacau orgânico já é uma realidade na região sul da Bahia. Atualmente, técnicas de produção orgânica estão sendo desenvolvidas, em completa sinergia com o meio ambiente.

Algumas alternativas como culturas consorciadas(cacau , palmito, café, ervas, temperos, mandioca, milho, feijão,frutas e até seringueiras) estão sendo testadas e certamente irão ter bons resultados.

A produção de chocolate, a partir do cacau orgânico, está sendo desenvolvida em todo o mundo. Já existem marcas famosas de chocolate orgânico nas prateleiras de mercados da Europa e dos Estados Unidos e sua disponibilidade é uma ótima noticia para os amantes do chocolate. Em resumo, a cultura do cacau absorve mão-de-obra, gera empregos e garante condições de melhoria social.

O chocolate é indicado como um alimento energético, afrodisíaco, anti-oxidante, tônico cardiovascular e estimulante do bom humor. Sua versão orgânica se apresenta como uma alternativa viável de produção e torna o chocolate um alimento mais saudável, por não utilizar produtos químicos. *Montezuma II foi um imperador azteca,que governou o México de 1502 a 1520.

Fonte:  Sociedade Européia de Cardiologia
Adaptação: Receitas Saborosas Demais